Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Vão de escada

Nos últimos dias, o Sporting enviou SMS aos associados com gamebox informando que alguns sectores foram anormalmente requisitados pela UEFA para o jogo com o Bayern. O clube não informa porquê, nem para quem. Aliás, o clube não informa.

Diálogo ao telefone:
- Podemos devolver-lhe o dinheiro.
- Não quero. Quero ver o jogo.
- Pode comprar no site e tentar para o mesmo sector?
- Somos três pessoas. Queremos três lugares seguidos.
- Então tem de vir à bilheteira.
- E garantem que há três lugares seguidos no mesmo sector?
- Hmmm. Não. É preciso ter sorte!
- Se não se importa, quando avistar o presidente Soares Franco, gostava que a senhora introduzisse o bocal do telefone na p**** do senhor presidente. Está bem? Pode ser? Era uma alegria que me dava.
- Piiiiiiii [som da linha desligada]

Espero que cedam o meu lugar a um alemão anafado que coma salsichas com chucrute no meu lugar e limpe os garfos ao banco estofado. Muito obrigado.

4 Comments:

At segunda-feira, 16 fevereiro, 2009, Blogger fantasma do Óculodisse...

Caro Bulhão,

é muito triste ver o modo como, por vezes, o Sporting trata os seus associados. Já tinha ouvido queixas desse género e parece que ainda não resolveram a situação.

O que lhes vale é nós sermos doentes pelo Sporting. Aposto que Sábado estás lá e, se me permites a sugestão, à saída trata tu da cadeira, dá-lhe um toque pessoal de boas-vindas ao salsicha que lá se for sentar.

Abraço Leonino!

 
At terça-feira, 17 fevereiro, 2009, Blogger Bulhão Patodisse...

É lamentável. Se querem ceder bilhetes a patrocinadores, ou a alemães, ou ao diabo que os carregue, comecem pelas (muitas) cadeiras vazias.
Tenho impressão que deixámos de ser sócios. Passámos só a ser clientes. E, mesmo assim, com poucos direitos.
(naturalmente, lá arranjei forma de ver a bola também com o Bayern. Ser do Sporting é uma doença sem cura!)

 
At terça-feira, 17 fevereiro, 2009, Blogger Virgílio Bernardinodisse...

Fdx...

Q tristeza...

"Ser do Sporting é uma doença sem cura!"

Pronto! Afinal não é só a minha mulher a afirmar... ;)


SL!

 
At quarta-feira, 18 fevereiro, 2009, Anonymous Pibermandisse...

"Tenho impressão que deixámos de ser sócios. Passámos só a ser clientes. E, mesmo assim, com poucos direitos."

Qual é a duvida Bulhão?

 

Enviar um comentário

<< Home