Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

terça-feira, outubro 21, 2008

Solidariedade com MST

O “24 Horas” traz hoje à estampa a notícia perturbadora de que a casa de Miguel Sousa Tavares (MST) na Lapa foi assaltada. Mais grave: os larápios levaram o computador portátil do comentador, onde repousavam dois romances semi-acabados, uma crónica de “A Bola” onde se registava ineditamente que fora ele o primeiro a ver genialidade no Quaresma, no Mourinho e no pastel de Tentúgal, e duas prosas para o “Expresso” descrevendo como “Setúbal é o sovaco de Portugal, mesmo ali por baixo do estuário do Tejo, onde está encafuada toda a sujidade burocrática e centralizadora de Lisboa”. Material inédito, portanto.
Sempre humilde, Sousa Tavares sugeriu que se tratava de um golpe “muito estranho”, talvez instigado por um escritor rival despeitado, desejoso de lhe criar mossa. Naturalmente, nós, os que temos pouco para fazer, imaginámos todos os suspeitos possíveis. Sabemos pelo relato que o assaltante terá descido em rappel do telhado para a varanda do apartamento de MST, o que, por um lado, talvez exclua José Saramago, que se costuma constipar quando pratica rappel. Por outro lado, um suspeito poderia ser o pescoço de José Rodrigues dos Santos, que se presta bem a essas acrobacias, embora normalmente venha agarrado a um papillon e a uma piscadela de olhos totalmente a despropósito.
Ocorreu-me também que, desde o desaparecimento do computador de MST, nunca mais ninguém pôs a vista em cima de Ramalho Ortigão, o que o torna um bom suspeito. É verdade que Ortigão está morto há 93 anos, o que dificultaria mais o roubo, mas essa hipótese não é menos rebuscada do que o enredo do “Rio das Flores”. E vendeu-se na mesma.
Como os senhores jornalistas, eu busco incessantemente o móvel do crime. Seria um aparador? Uma escrivaninha de cedro com embutidos de contraplacado? Poderia um móvel ser um móbil do crime? Ou seria este o maior erro da história contemporânea portuguesa desde que o Nicolau Breyner nos aconselhou a virarmos as costas à disfunção eréctil?
Espreitei por isso com cuidado a hipótese que me restava. Media-a bem. Avaliei-a rigorosamente. Espetei-lhe até um pau para garantir que ela não levantava a cabeça e me mordia (a hipótese, não a disfunção eréctil, ó grosseirões!).
Parece-me evidente que, apesar de todos os críticos, Portugal se desenvolve velozmente. O invasor de domicílio de antanho, tantas vezes leitor confesso de Sartre e preso nos labirintos do existencialismo tardio, é hoje mais educado. Não me custa a acreditar que, dentro de alguns dias, o computador será devolvido. E se houver justiça, MST agradecerá ao larápio que apagou as 400 personagens supérfluas do próximo romance, desengordurou os diálogos cretinos que não acrescentam nada e corrigiu as dezenas de erros factuais, que colocavam o arquipélago das Molucas ao largo das Berlengas e confundiam o marechal Carmona com Carmona Rodrigues.

30 Comments:

At terça-feira, 21 outubro, 2008, Anonymous portista portuense portuguêsdisse...

génio, como do costume.

 
At terça-feira, 21 outubro, 2008, Anonymous RRdisse...

Isto tem andado um bocado off-topic, mas não deixa de ser uma boa posta!

Claramente foi uma conspiração de algum rival! É a única maneira de parar o MST!

 
At terça-feira, 21 outubro, 2008, Anonymous 31 pesadinhodisse...

O VPV não foi pois com a narsa esquecia-se de travar a meio do rappel e malhava com as ventas na varanda.

Será assim tão off-topic? É o que aprecio mais no teu 'trabalho' BP, sempre tiveste uma agenda própria. Mesmo que coincida com a actualidade desportiva, é sempre uma leitura diferente do mainstream.

That's nice!

 
At terça-feira, 21 outubro, 2008, Blogger fantasma do Óculodisse...

Sublime, caro Bulhão! Sublime!

Abraço Leonino!

 
At terça-feira, 21 outubro, 2008, Blogger Diego Armésdisse...

:D

Eu apostava que foi o José António Lima. Agora, substitui todos os "Porto" por "Sporting" e consegue ser menos parvo do que o habitual - sendo que o nojinho relativamente ao Benfica se mantém. Para mim, é óbvio... Só a parte de imaginar aquela figurinha a fazer rappel é que ainda me deixa um pouco desconcertado...

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger Soylent Greendisse...

Eu penso que foi o "restaurador Olex".

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Anonymous ppa dá-me a tua camisoladisse...

Só tenho pena que estes textos sobre literatura e o caralho a sete afastem pessoas como o ppa.

Miss you e as tuas crónicas de 145.983 palavras sobre como o Sporting é constantemente prejudicado pelos árbitros.

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger LionHeart (o autêntico)disse...

Também aposto no Rui "Comentador Soul Glo" Santos.

MST é claramente tão vaidoso e verborreico quanto RS, logo há que fazer-lhe um bocadinho de concorrência desleal.

Quem aposta que daqui por uns meses RS estreia-se como romancista?

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger Jedi Master Atomicdisse...

Eu aposto que foi o Mourinho, com inveja do livro dele não vender tanto como os do MST.

PS: Eu sei que é uma luta titânica e que tu ainda não vergaste, Bulhão, mas eu vou continuar a tentar.....um dia ainda hei-de ver um post teu com um espaço entre parágrafos.

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger Bulhãodisse...

Irra qu'é chato!

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger Pulha Garciadisse...

Genial. Aposto tudo no macaco da claque do fóculporto. Afinal de contas também é escritor (fez um bonito relato de duas décadas de consumo de drogas, vandalismo e prática de vários crimes).

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Blogger João Pinto e Castrodisse...

Está-se mesmo a ver que foi um blogger anónimo.

 
At quarta-feira, 22 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Foi o Moita Flores.

 
At quinta-feira, 23 outubro, 2008, Anonymous JLAFdisse...

Eu aposto um testiculo na Carolina Salgado (a escritora)...

 
At quinta-feira, 23 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

hoje somos todos berlinenses

 
At quinta-feira, 23 outubro, 2008, Blogger O 7 Malditodisse...

Foi obviamente o João Malheiro, que - coitadinho - para ganhar a vida faz comentários "cor-de-rosa" com o Castelo-Branco e a Maya no programa da Fátima Lopes.
Depois de se passar pelo Benfica é sempre a subir...

 
At sexta-feira, 24 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

O disfarce perfeito.
Para desviar as atenções, nada como um post sobre o assunto.
Deu-lhe um surto de bom samaritano e assim poupou-nos a aguentar mais um romance deste gajo.

FOI O BULHÃO.
Gnitrops

 
At sexta-feira, 24 outubro, 2008, Blogger Bulhão Patodisse...

Ahem... Pronto, eu devolvo o computador ao homem. Azar o vosso, pois terão de ler 300 páginas sobre uma família de portugueses de 1840 que emigrou para o Ténéré fugindo dos miguelistas e apostando toda a fortuna da família numa plantação de palmeira-dendém, antes de perceber, a contragosto, que a palmeira não se dá naquele deserto e sendo por isso obrigada a trabalhar duramente como berbere, perto de um oásis, onde a matriarca da família conheceu um nativo muito limpinho, que lhe explicou que a autodeterminação é o direito inalienável de todo o ser humano, antes de se enrolarem na poeira amarelecida do deserto, percebendo depois que o nativo era descendente directo do Prestes João e legítimo herdeiro ao trono da Abissínia, permitindo-lhe regressar a Lisboa em 1860 para irritação de Fontes Pereira de Melo, Pinheiro Chagas, Vasco Pulido Valente e José Manuel Delgado ... Cof, cof, cof...

 
At sexta-feira, 24 outubro, 2008, Blogger Visigordodisse...

Bulhão, se o devolveres, será o autor mais uma vez processado por plágio.
Apesar de se manterem os erros anacrónicos, é claríssimo que se trata da história da minha vida no já famoso “O nativo limpinho, rei da Abissínia”, editado pela Assírio & Alvim em 1892, após uma efusiva saudação no Grémio Literário. É aliás esta obra, e isto é reconhecido unanimemente, que dá origem à República e à sopa de beldroega.
Salva-se o atenuante de nunca ser revelada a identidade da matriarca, bastarda de D. Pedro e pontual cronista d’”A bola”.
Creio já ter ouvido o assunto comentado em 1907 por Francisco Moita Flores, filho de Amon de Astagaard e de um dragão de Komodo.

 
At sábado, 25 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Calma, calma aí.
Não devolves não que eu não estou para ter outra coisa destas no Natal.
Prefiro os truços e as peugas.

S.C.P. SEMPRE
Gnitrops

 
At sábado, 25 outubro, 2008, Anonymous Adamastásiodisse...

pois cá para mim ninguém me tira da ideia que foi o sancho

 
At domingo, 26 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Quem é o Vasco Pulido Valente?

 
At domingo, 26 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

ladrão que rouba a ladrão...

 
At segunda-feira, 27 outubro, 2008, Anonymous Anónimodisse...

foi o animal do sancho! por isso é que ele não tem escrito nada, estava a planear o roubo...

ah granda sancho!

 
At terça-feira, 04 novembro, 2008, Anonymous Portista Portuense Portuguesdisse...

Dass (perdão) ó bulhão!!!

escreve qualquer coisa homem!

estou disposto a dar-te 20 ouritos por cada posta que botares aqui... as tuas postas iluminam o meu dia.. são a razão da minha vida e dão me força para encarar as minhas lutas!

anda lá... se + 2 ou 3 fanáticos (vide ppa e ppa dá-me a tua camisola) também te derem uns trocos por cada posta já ganhas mais que na repartição...

 
At quinta-feira, 06 novembro, 2008, Anonymous 31 pesadinhodisse...

Yes you can Bulhão!
Acredita! Yes you can!

És o meu Jon Stewart!

By the way, enquanto tu não escreves vou dirigindo para o Daily Show os meus minutos de evasão diária na web. Não percas este fiél leitor para a concorrência.

Yes you can Bulhão!
Acredita! Yes you can!
Posta homem!

 
At domingo, 09 novembro, 2008, Anonymous portista portuense portuguêsdisse...

dass oh bulhão....

ofereci-te dinheiro, ofereci-te prostitutas, ofereci-te porrada e nem assim! e logo hoje que há derby... amuei

 
At segunda-feira, 10 novembro, 2008, Blogger fantasma do Óculodisse...

Caríssimos,

eu sei o que se passa com o Bulhão! Deu um tramBulhão tão grande e bateu com a cabeça com tanta força que ainda está no hospital. Sabem o que isso significa, não é?

O campeonato (e quem sabe a champions? - foi mesmo grande, Bulhão?) é nosso!

As melhoras e um rápido regresso!

 
At quinta-feira, 13 novembro, 2008, Anonymous 15672disse...

Genial.

 
At quinta-feira, 13 novembro, 2008, Blogger nobigdealdisse...

Caro Bulhão, devo tb dizer que aprecio imenso o seu sentido de humor.
Tenho aqui vindo regularmente espreitar o seu blog e aproveito para me juntar a todos os que pedem o seu rápido regresso.
vá lá, faça-nos a vontade e apareça.
Cumps. :)

 

Enviar um comentário

<< Home