Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

terça-feira, junho 24, 2008

Problemas de basculação


Num passado não muito longínquo, entretive-me a pesquisar números de utentes femininas da lista telefónica, tratando depois de lhes ligar. À voz inquisitória que ecoava do outro lado da linha de cobre, respondia, com um murmúrio digno do Hannibal Lecter, soprando arrastadamente as mesmas palavras: “Ireeeene, sou o teu escraaaaavo!”
Hoje, com o avanço da ciência médica, os neurologistas estão em condições de assegurar duas verdades fundamentais sobre o cérebro humano. Em primeiro lugar, há cinco lobos essenciais neste órgão: o lobo parietal, o lobo occipital, o lobo temporal, o lobo frontal e o Luís Freitas Lobo. Em segundo lugar, os neurologistas reconhecem também que, ao escutar a expressão arrastada “sou o teu escraaaaavo”, as mulheres, em vez de rejubilarem pela oferta dos meus préstimos, desatam a gritar disparatadamente pela guarda. As histéricas!
Reconheço sem esforço que agi incorrectamente e tive até oportunidade de o dizer ao meu terapeuta, ao polícia que me prendeu, ao senhor juiz e ao senhor da minha cela que insiste em chamar-me número 8. Infelizmente, há gente que não quer perceber que o que dizemos não é necessariamente o que queremos. É esse o tema da intervenção de hoje.
Admitamos como hipótese de trabalho que é possível extrapolar a atitude de algumas selecções do Euro’2008 para o futebol português e para os comportamentos vigentes de alguns clubes. A ser verdade, não haveria selecção tão parecida com o Sporting como a da Holanda. Nestas competições, a Holanda brilha intensamente contra equipas de vão de escada, fazendo crescer água na boca dos adeptos para os testes mais importantes. Protagoniza invariavelmente os melhores momentos da competição e estabelece laços de empatia inesquecíveis com milhares de adeptos, como é exemplo o agora célebre cântico: “Ik ben de enige persoon die het weet omdat ik niet thuis blijf.” (só eu sei porque não fico em casa!” Escusam de protestar porque usei o fidedigno Babel Fish para fazer a tradução). Na altura decisiva, porém, os holandeses falham – uma cruz que me habituei a carregar.
Ao mesmo tempo, se o FC Porto olhasse para o seu reflexo no espelho, seguramente veria nele a imagem da selecção alemã. Não é particularmente brilhante, nem bonita, nem leal, nem bem-cheirosa, nem terá nunca nos seus quadros os jogadores mais entusiasmantes da prova. Mas é na eficácia do seu conjunto, na frieza e determinação das suas peças e no acerto mecânico dos seus homens que se forja uma cultura de vitórias. Como qualquer pessoa que já olhou mais de dois segundos para o Bruno Alves sabe, o FC Porto, e a Alemanha, não são bonitos. Mas ganham. E nem sempre com batota.
Resta o terceiro reflexo. O do Benfica. Não encontro nada mais parecido do que a selecção espanhola. Para quem, como eu, trabalha com espanhóis, é já habitual registar que, no mês que antecede cada competição, os espanhóis incham. Não é metáfora. Incham mesmo de ar, seguros de que o mundo será deles, que a rainha de Espanha é mais bem feita do que a Isabel Figueira, que toda a gente os teme, que coisas como o Iniesta são os melhores médios-ala do planeta ou que o Almodôvar não faz filmes de merda.
No remanso do estágio, os jogadores espanhóis são feras, rosnam assustadoramente e prometem mundo e fundos. Em competição, porém, a pressão acumula-se. As pernas tremem. O estômago ronca com aquilo que os ingleses chamam "dores de borboleta". E os espanhóis, que ganharam o seu único troféu sob o olhar aprovador do general Franco (uma espécie de Salazar, mas com botas de marca), sucumbem, guardando invariavelmente mil-e-uma críticas para árbitros, sistemas, adversários e para o destino.
Como na minha história, ao telefone, os espanhóis, e o Benfica, também são valentões…

21 Comments:

At quarta-feira, 25 junho, 2008, Blogger Leão Verdedisse...

Muito bom, como sempre. Especialmente em relação àquele clube que sabemos. Mas prepara-te Bulhão. O que aí vem não vai ser agradável de ler...

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Blogger J P Gdisse...

Boa malha!

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Ya, não sabia que a Alemanha também estava envolvida em esquemas de putedo e corrupção... Não fumes mais nada, meu.

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Blogger Jedi Master Atomicdisse...

lololol

Notas:
1ª -> Coloca lá um espaço entre parágrafos, por favor, senão o texto fica dificil de ler

2ª -> Não concordo com a parte do fcp porque eles têm os jogadores mais entusiasmantes da prova (lucho e quaresma)

3ª -> Não concordo com a parte do scp no sentido em que, o espelho do scp será a seleção que perder na final...lol

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Mas quem é que do Benfica está a vangloriar-se? Só vês Benfica em tudo. Só vês vermelho. Só há um animal a quem o vermelho perturba tanto: o touro. És o boi da blogosfera

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Mas qual Holanda? VocÊs são a Áustria do Europeu. Não mostram nada e levam na corneta de todos

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous yazalde46disse...

Só espero que a Espanha não ganhe o Europeu. Os lampiões ainda têm uma dívida por saldar na UEFA, não conseguiram o acesso à liga dos campeões, vão ganhar o europeu pela Espanha. Até porque tudo o que o Marchena sabe, aprendeu na Luz.

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous RRdisse...

Oh Bolhas, a Holanda até ganhou foi aos grandes todos... lixou-se foi quando jogou com a Russia ou, por outras palavras, quando foi jogar ao campo do já condenado U. Leiria!

Quanto aos Lamps, por acaso agora até andam um bocadinho menos inchados... mas é uma questão de mais uma semanita e de mais umas 15 contratações!

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Blogger Francisdisse...

que grande post ó meu...

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

Eu diria que há ainda 4º reflexo: o síndrome da pila pequena de que a generalidade dos adeptos sportinguistas sofrem...

O facto de não haver uma conversa, um post, etc. sem que se fale no Benfica, é um case-study.

Eu bem que tento perceber o porquê, mas chego à conclusão de que há síndromes exclusivos de alguns.

É por estas e por outras que há clubes mais pequeninos e que, naturalmente, continuarão a sê-lo...

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous LeãoSempredisse...

Ó anónimo: não é nada disso que dizes! É mesmo vontade de rir! Uma vontade daquelas mesmo incontroláveis e directamente proporcional ao número de pontos que os teus Rosas já levam de avanço com tantas contratações em que, incontestavelmente, já acertaram em cheio!...

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Juve Boydisse...

Discordo com o anonimo.

Se somos a Austria que leva de todos, o Benfica teria de ser a equipa, não que fica atrás( Guimarães), mas a que fica Lá atráááás....

Digamos... Uma Inglaterra neste caso!

Já agora, outro sintoma de "pila pequena" que ouvi falar, é gente de outros clubes passar a vida nos blogs do rival.

"É por estas e por outras que há clubes mais pequeninos e que, naturalmente, continuarão a sê-lo..."

Tá claro!

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

a minha pila é maior que a vossa

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Anonymous Anónimodisse...

A minha naõ é maior, mas é mais trabalhadora!!!!!

 
At quarta-feira, 25 junho, 2008, Blogger Bulhão Patodisse...

Alto lá, que aí devo intervir.
Uma competição desta natureza sem medições rigorosas vale o que vale. Alguém tem uma régua?

 
At quinta-feira, 26 junho, 2008, Blogger Solo_minskdisse...

O conteudo e obviamente altamente discutivel. Mal escolhido mesmo.

A forma e a prosa e' como sempre excelente!

 
At quinta-feira, 26 junho, 2008, Blogger Bulhão Patodisse...

O conteúdo, o conteúdo...
Lá estão vocês...

 
At sábado, 28 junho, 2008, Anonymous Várzea do Lagarto no Defesodisse...

Sim Colhão Pasto, o conteúdo. Aquilo que te sai dos lobos, depois de espremidos!... E uma régua?... a que está no estojo do meu sobrinho tem 10 cm. Chegará para a tua medição?...
Deixa-te de tanta Europa e chega-te à frente pra opinar sobre o defeso!
Anda praí tanta coisa sobre o que escrever. Tanta contratação, tanto equívoco, tanta pomba assassinada!... E as mamas da Nereida no Record de ontem?!... Isso é que é futebol a sério.
Saudações!

 
At segunda-feira, 30 junho, 2008, Blogger Stubarãodisse...

Se não és cego bulhão, estavas de costas para o alvo.

Já agora, traz o metro.

 
At quarta-feira, 02 julho, 2008, Blogger Diego Armésdisse...

Ó Bulhão... que boa oportunidade que perdeste, pá... É que foi em cheio!

 
At terça-feira, 08 julho, 2008, Anonymous Sem Anestesiadisse...

Acho que te enganaste ...

 

Enviar um comentário

<< Home