Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

segunda-feira, novembro 19, 2007

Nobre Povo (take 2)

Desculpar-me-ão a repetição, mas o Custódio, do Dinheiro & Oportunidade, lançou um concurso para apurar o melhor post da blogosfera nacional [regras aqui]. E o Custodio promete 1.000 euros de prémio. Ora eu cada vez tenho mais despesas – não fica barato pagar o colégio do miúdo e o colagénio da esposa, como calculam. E a minha avó precisa de uma placa nova. Por isso, cá vai a minha candidatura.
Facem... ahem... Façam o favor de votar em mim porque, recordo, o que derem agora na Terra recebem a duplicar na próxima vida. De caminho, ameacem o Custódio também. O medo pode ser um estímulo muito eficaz, como dizem os melhores capangas. De qualquer modo, eu vou impugnar qualquer decisão que não me favoreça E é só isso. Muito obrigado.

«Mil vezes repetidos, há dogmas que penetram fundo na terra e ganham raízes. No futebol português, não há dogma mais martelado do que a natureza intrinsecamente popular do Benfica – o Benfica é o clube do povo, repete incessantemente a lengalenga.
Se especularmos e levarmos o teorema para a expressão seguinte, o FC Porto é necessariamente o clube do clero. Há lá papas e coisas assim.
Resta ao Sporting portanto o papel de clube da nobreza.
Ora, eu não sei que livros leram os senhores que repetem, com orgulho, que o Benfica é o clube do povo, mas nos romances de cavalaria que tive oportunidade de consultar ser da nobreza é menos asfixiante do que ser do povo. Em primeiro lugar, saliento que o povo alomba forte e feio enquanto os nobres costumam tocar alaúde. Eu não tenho muita experiência, mas tenho impressão que nunca ninguém morreu a tocar alaúde. (Só se for de tendinite, que parece que dá de repente). Já quem alomba forte e feio não costuma chegar a velho.
Em segundo lugar, imagino que um servo da gleba não seria homem para realizar todos os seus sonhos – excepto se todos os seus sonhos passassem por domir na palha e levar com harpas na cabeça em intervalos regulares. Há muito boa gente que não quer mais nada da vida – estou a lembrar-me do Jorge Palma, por exemplo –, mas eu sou um bocadinho teimoso: julgo que continuo a preferir o alaúde.
Há também aquela questão mais chata das guerras, mas, mesmo aí, os nobres têm alguma vantagem. Para já, não vão a pé, mas sim com a padiola assente no lombo do cavalo, o que significa que o equídeo também alomba e portanto qualifica-se automaticamente para ser do povo (e do Benfica).
E, nas batalhas, enquanto os nobres usam armas chiques como arcos e flechas, o povo é encafuado em áreas exíguas e entretém-se à marretada com coisas perfurantes. Não me levem a mal: cada um entretém-se como pode, mas escusa de salpicar as roupas dos outros com sangue e vísceras. E tenho ainda hoje como muito válido o conselho que a minha avó costumava dar: não brinques com facas que ainda vazas a vista a alguém!
Creio que a insistência dos pregadores do reino em lembrar que o Benfica é o clube do povo é um capricho parecido com o do meu miúdo que, na semana passada, viu um daqueles cuspidores de fogo ou engolidores de sabres na Rua Garrett, daqueles que tem fuligem da cara até aos chanatos e cujo cabelo emaranha para fora do lenço palestiniano que usa à cabeça. Pois o miúdo disse com convicção que aquela era a profissão que ele escolhia. Lá lhe expliquei que não, que um engolidor de sabres tem dificuldades em manter relações estáveis e tem imensas complicações fiscais, que um cuspidor de fogo gasta fortunas em petróleo e outros consumíveis e que, no fundo, aquilo que ele via à distância parecia mais promissor do que a realidade.
É a mesma coisa com o dogma da dimensão popular do Benfica. Ser do povo até é giro. Mas experimentem desenvencilhar um sabre que se emaranhe no duodeno e depois venham cá falar.»

17 Comments:

At segunda-feira, 19 novembro, 2007, Blogger Insurrectodisse...

onde se lê: "que tem fuligem da cara até aos chanatos e cujo cabelo emaranha para fora do lenço palestiniano que usa à cabeça" Substituir por "Cagado"

 
At segunda-feira, 19 novembro, 2007, Blogger bolopostedisse...

Ó Bulhão, tu percebeste bem as regras?

Eu já conhecia isto, já troquei uns mails com o Custódio a tirar dúvidas, e não fiquei muito bem impressionado a respeito das boas intenções do rapaz.

O gajo quer um mínimo de 40 blogs a fazerem link para o blog dele, mas depois só candidata entre 4 e 7desses blogs ao prémio. Os critérios para essa escolha são insondáveis, mas eu estou cá desconfiado de que preciso ser o blog do primo, da tia, do avô, do pai, da mana, da namorada e da outra.

Fiz-lhe algumas perguntas a respeito dessa pouca transparência que me levou a pensar que o concurso podia estar formatado para o prémio sair à casa, e não fiquei muito satisfeito com as respostas.

A minha ideia era ir buscar esses 1000 euros para juntar ao prémio BnR Bet, mas, repito, não gostei das condições e o Custódio não se mostrou interessado em tranquilizar as minhas suspeitas.

Enfim, boa sorte, prometo votar se por acaso fores a jogo.

 
At segunda-feira, 19 novembro, 2007, Blogger Jedi Master Atomicdisse...

EEEEEEEEEErrrrrrrrrrrrr.........perdoa a minha ignorancia, mas QUEM é esse Sr. e que credibilidade tem ele para promover um concurso desse género???

 
At segunda-feira, 19 novembro, 2007, Blogger LionHeart (o autêntico)disse...

Cá para mim o Custódio, das duas uma:

a) ou é primo do Pinto da Costa
b) ou é amigo do Vítor Pereira

de uma forma ou de outra, o vencedor será cozinhado pelo sistema, e o bulhão nunca poderá conquistar os 1000 eur.

Mais vale voltar e vestir os collants e ir à noite para o parque da Quinta das Conchas dar o corpo ao manifesto.

 
At terça-feira, 20 novembro, 2007, Blogger El Pibedisse...

O custódio.

O nome diz tudo, ou não?

 
At terça-feira, 20 novembro, 2007, Anonymous Custodiodisse...

olá,

Obrigado pela tua participação no concurso.

O minimo de 40 participações já está mais que reunida.

Tenho muitos 1000 euros para dar todos os meses, não preciso de estar a dar ao "primo".

Já agora, na troca de emails, esse senhor queria que eu GARANTISSE que o post dele era um dos finalistas! Ai sim, não haveria transparência...

 
At terça-feira, 20 novembro, 2007, Blogger O 7 Malditodisse...

1000€...ora isso são cerca de dois árbitros de Lamego, ou mesmo 25 Carolinas em moeda antiga...
Acho que vou concorrer. Tou na penúria. É todos os natais a mesma coisa.

 
At terça-feira, 20 novembro, 2007, Blogger Visigordodisse...

Bulhão, empresta-me o "Escala de Barbas" e dou-te metade.

 
At quarta-feira, 21 novembro, 2007, Blogger bolopostedisse...

Sim, Custódio, queria GARANTIAS, e tu não as quiseste dar. Espero que não aconteça o mesmo com o prémio que todos querem.

 
At quarta-feira, 21 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Os pobres que paguem a crise porque são muito e já estão habituados.

Quero que o povo se quilhe.

 
At quarta-feira, 21 novembro, 2007, Blogger Visigordodisse...

Bola, o Custódio parece-me ser muito dono do seu nariz, não te vai responder, e quanto ao post do Bulhão (vocês já viram a concorrência? É de bradar aos céus), vai ser arrumado num canto porque se trata desta coisa (não sei se já deste uma vista de olhos ao site), o futebol.
Vou votar no Bulhão as vezes que puder.
Para lhe (ao Custódio) mostrar que é bom escrever sem erros, posts sobre telemóveis tenho eu todos os dias na caixa de spam, e, não és tu que dizes que não existe "e" entre virgulas(?), posts dignos de se tornarem em powerpoint para spam. Daqueles que se têm de passar para 438763 amigos. 34562, nesta altura altura do Natal. Já agora, 6789, em altura de saldos.
Ah, muito menos se o Noddy estiver em saldo.
Bulhão, mantenho, com a "escala" ou mesmo com o que te candidataste, espera sentado. És da bola, pá. Não és das letras.Nem dos telemóveis.

P.S.- A quem tenha um blog completamente desinteressante, basta enviar um post para este novo concurso. Os clicks vão aumentar. Extraordinariamente.

Quando acabar o concurso...

 
At sexta-feira, 23 novembro, 2007, Blogger Diego Armésdisse...

Bom, independentemente da seriedade do concurso, tenho de repreender-te, Bulhão. Lamento, mas é mesmo assim. Uma pessoa não pode passar muito tempo sem vir aqui fazer-te ameaças à integridade física que começas logo a perder o tino. Desculpa que te diga, mas a tua escolha foi péssima - perdoa-me a sinceridade. Tens, por esses arquivos fora, dezenas de textos melhores do que este, que não passa de "engraçado". Reflecte sobre o que te digo. Procura como deve ser...

 
At sábado, 24 novembro, 2007, Blogger Arioplanodisse...

Bulhão, se você for a votos o Arioplano garante um voto e faz claque.

 
At sábado, 22 dezembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

o Nô no meu cu, eu na boca da menina e ela na boca do Nô

 
At sábado, 22 dezembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

o Nô no meu cu, eu na boca da menina e ela na boca do Nô

 
At sábado, 22 dezembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Por essa razão na noite seguinte ele não teve ejaculação precoce, ao contrário, pode me comer devagarinho e me curtir como ele o fez.

 
At sábado, 22 dezembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Por essa razão na noite seguinte ele não teve ejaculação precoce, ao contrário, pode me comer devagarinho e me curtir como ele o fez.

 

Enviar um comentário

<< Home