Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

terça-feira, novembro 06, 2007

Dos penaltes e dos coliformes


Os budistas acreditam que são precisos anos de treino e concentração para um ser humano esvaziar o cérebro e adquirir novos mecanismos de aprendizagem mental. É evidente que os budistas, lá longe, na Chinatown que a Maria José Nogueira Pinto há-de fazer para eles, nunca leram o fórum do Record online. Não são precisos anos de treino. Para muitos, basta fazer o «login» e a mente esvazia-se num ápice.
Esta semana, debateu-se avidamente o número de penalties de que o Sporting já beneficiou este ano: quatro em nove jogos de campeonato. Sacrilégio! Recordaram-se estatísticas de outros anos e soltaram-se muito perdigotos de indignação face às forças poderosas que auxiliam o clube, tecendo, na bruma, a teia que nos ampara.
Para os sportinguistas, tudo isto é novo, como calculam. Os penalties são tão raros em Alvalade que, quando um árbitro timidamente assinala um, há muito boa gente que cuida que chegou o Dia do Juízo Final, isto até foi giro e tal, mas tudo o que é bom tem um fim e vamos lá então resolver isto a bem e decidir ordeiramente quem vai para o céu e para o inferno, não empurrem que chega para todos, eu tenho um primo que conhece o Vítor Melícias e isso deve contar para alguma coisa, e eis que um parágrafo inocente se tornou um texto do Saramago, Mil mistérios têm os desígnios da escrita e insondáveis são os desígnios da alma, Ó homem, não ponhas tantas vírgulas, Porra, Pilar, posso ter 100 anos mas ainda mando nas questões da pontuação, Está bem, homem, não te irrites, mas assim ninguém percebe nada, O campo debulhado será o que a ceifeira quiser, Não dizes coisa com coisa, mas não te esqueças que o jantar está pronto, Arre, que eu não nasci para isto, Nem eu, Quem é disse isso agora, Fui eu ou tu?, Já me confundiste, Olha, chama o narrador para ele pôr ordem na casa.
(retomando a ordem escorreita da argumentação)
Além disso, intriga-me a indignação alheia. A julgar pela forma como o Moutinho e o Liedson têm marcado as penalidades, dificilmente se pode falar destes castigos como pena capital. Em rigor, o único dano que um penalty a nosso favor pode gerar é um joelho esfolado ao guarda-redes adversário.
Mas vamos ao números. Quatro grandes-penalidades em nove jogos não são per si muitas ou poucas. Chamo a atenção dos senhores para o facto de uma equipa que ataca mais ter, à partida, mais hipóteses de chegar à área da outra. A situação é, a meu ver, comparável a uma estação de tratamento de águas residuais. Coloquem uma ETAR em Aguiar da Beira ou em Odeáxere e outra em Lisboa e verão que a contagem de colónias de coliformes fecais por mililitro será maior na ETAR de Lisboa do que nas outras. Não quero sugerir que as outras ETAR são menos nobres ou têm menos encanto, mas a vida é feita destas crueldades: há mais gente em Lisboa, logo... as colónias de coliformes fecais sentem-se mais felizes aqui para se multiplicar.
No futebol, é igual. Quem coloca mais gente para atacar, quem ataca durante mais tempo normalmente beneficia de mais penalties. Se os senhores atacassem durante os 89 minutos do jogo e não guardassem para o fim as investidas, também os teriam – penalties, bem entendido, porque coliformes fecais há-os, e com fartura!
Em remate, cuido que seria igualmente útil analisar as grandes-penalidades marcadas contra cada um dos «grandes» e o Benfica também. Pelo menos, é o que se faz lá fora, no estrangeiro. E esse relato diz-nos que já foram marcadas duas penalidades contra o Sporting, uma contra o Benfica e nenhuma contra o FC Porto. No caso dos «dragões», que caminham a passos largos para festejar o 400.º dia desde o último «penalty» sofrido, até foi comovente ver a repugnância com que Carlos Xistra apitou para cada um dos quatro penalties a que o Fátima teve direito, no célebre desempate da Taça da Liga. Mas esses, lamento, não contam.

22 Comments:

At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Vegetadisse...

Tou farto de ouvir falar na merda dos penaltys! Não falta muito para aparecer aqui um lamp ou um tripeiro a falar do ano que o Sporting foi campeão e que teve 2.423.344 penaltys a favor!!!!

Porra, quem ataca mais tem mais tendência para ganhar penaltys. A não ser que seja no Porto, estes quando são marcados são cirurgicamente marcados. São poucos mas bons...

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Anonymous RRdisse...

Coliformes fecais seria um excelente novo Nick para o Chalana.

Pensa nisso rapaz!!!

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Guardador de Porcosdisse...

E os livres a camacho?

Não há estatísticas?

Que desrespeito

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Guardador de Porcosdisse...

rr ,
Isso é o que o chalana tem em vez de neurónios

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Helena Henriquesdisse...

Ora abóbora, também não percebo! Qual é o assunto de uns penáltis que nunca são concretizados? Ainda por cima escangalharam a minha teoria de que penálti "forçado" é penálti falhado - esses e os do benfica (a contrário, claro)- o porto falhou um penálti qualquer forçadinho, esteve bem. Era uma teoria bonita de justiça divina... eu pelo menos gostava dela.

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Diego Armésdisse...

Eum por acaso, não percebo por que dão tanta relevância ao assunto dos penalties. Sinceramente, nem vi muita gente a fazer barulho com o assunto. Só que, lá está, isto vem-vos na massa do sangue: como ninguém reclama com os penalties que vos levam às competições europeias, vocês reclamam como se todos reclamassem. Ser tixa é ser indiferente: não interessa o que acontece, o que importa é reclamar, chorar, espernear... Por mim, marquem 10 penalties por jogo. Aliás, assim até podiam ir treinando e talvez, lá para Janeiro, acertassem com as redes.

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger O 7 Malditodisse...

Devíamos ter contratado um jogador que só servisse para marcar "nalties". Tipo "eh pá, tás aí quietinho e quando houver um naltie chegas-te à frente".
Acontece é que quando o Carlos Freitas deu uso às milhas Victoria para ir à Argentina tratar do assunto, o Benfica já lá tinha chegado e largado 9 milhões pelo único que havia para entrega...

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Diego Armésdisse...

Não seja por isso: vendemo-lo por 7.

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Goooooolloooo do Celtic

Inchem lampiões porcos

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Blogger Visigordodisse...

'Brigadinho, ó Diego, mas estávamos à espera de outro tipo de oferta.
Abraços e coisas assim, é que o homem faz-me lembrar o Nuno Gomes.

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Anonymous King Liondisse...

Olha Diego quem acertou com as redes foram os vesgos do Celtic.Parece que o Dezembro vai ser um mês fatal para vos.

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Anonymous Sem Anestesiadisse...

Estes dois lagartos nojentos sabem mesmo escrever muito bem.
Palmas :)

 
At terça-feira, 06 novembro, 2007, Anonymous king Liondisse...

Incha camelo.

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Blogger dustindisse...

Finalmente vermelho pro Bynia!!!
Grande golo Luizona (drag queen de merda)

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Blogger Guardador de Porcosdisse...

Já voltaram da Escócia?

Este tudo tão calado

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Blogger LionHeart (o autêntico)disse...

O sitio onde ha' mais coliformes fecais e' a saida do estadio da Luz (maior ETAR de todas). E e' apenas 1% da populacao de coliformes fecais que se diz serem 6 milhoes.

E desculpem la' estar a escrever num teclado sem acentos, mas em Franca e' assim.

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Boa vitória do Sporting...perdão do Celtic...a mania que tenho que os lagartos não têm clube próprio, só o que joga contra o Benfica.

Dentro do que tem sido este ano até não jogámos mal.
Aquela substituição Rui Costa/Bergessio vai ficar nos anais (acalmem-se não são esses) das substituições mais parvas realizadas.

Agora é preparar o próximo jogar contra os lagartos na Luz. Vocês fora do Bessa são sempre perigosos

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Blogger dustindisse...

Ouve lá ò anónimo,espeta uma cabeleira loura na Luizona e vai-te divertir com ela enquanto esperas pelo jogo com o SPORTING no galinheiro.

 
At quarta-feira, 07 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

A vossa obsessão por ver o Luisão vestido de mulher é tão preocupante como revelador.

Não vos chega o Gladstone ou o Purovic?

 
At quinta-feira, 08 novembro, 2007, Anonymous lagartosdemerdavaosefoderdisse...

ou o liedson...o panilas até arranja as sobrancelhas!!!!!!!!

 
At sexta-feira, 16 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

QUERO VER 1 PENALTY CONTRA O SPORTEN NO ULTIMO MINUTO. ISSO QUERO EU VER....

 
At sexta-feira, 16 novembro, 2007, Anonymous Anónimodisse...

Incha três do Braga....Incha e bem.
A velosona é que o gozou bem.
King Lion; Que história era aquela do Dezembro? Vão fazer de Pai Natal outra vez é?
Pois é, quem com ferros fere...

 

Enviar um comentário

<< Home