Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

segunda-feira, abril 17, 2006

Ciao, Custódio

«Todas as equipas de topo têm pelo menos uma personalidade terrivelmente combativa, um touro de carga no meio campo, como Nobby Stiles. E têm-na pelo motivo óbvio de que os jogadores criativos só podem operar se dispuserem da bola.
Sempre considerei que Nobby Stiles era realmente a chave do meio-campo do Manchester United. Creio, aliás, que ele teve papel essencial na afirmação de Bobby Charlton na equipa e na selecção.
Charlton não tinha talento, nem vocação genética para perseguir a bola. Stiles fazia o trabalho sujo por ele. Lutava, batalhava, desarmava. E entregava a bola, cristalina, a Charlton. De certa forma, Stiles forneceu as balas para que Charlton pudesse disparar!»
John Giles, centrocampista do Leeds da década de 1970, extraído de “Forward With Leeds”

Haveria Bobby Charlton sem Nobby Stiles no Manchester United de 1968? Deco sem Costinha, no FC Porto de 2003? Barbosa sem Duscher, no Sporting de 1999/2000?
Por definição, para dominar um jogo, é preciso ter a bola. Batalhar por ela. Arrancá-la das garras do adversário e jogá-la com velocidade para o ataque.
Há três anos que me parece evidente que o meio-campo do Sporting tem lacunas neste capítulo. Custódio é, para mim, o elo mais fraco. Julgo que três anos são um período relativamente seguro para avaliar potencialidades e limitações de um jogador. Numa avaliação rigorosa, embora talvez cruel, Custódio subiu o máximo a que poderia aspirar. Falta-lhe capacidade de passe e ousadia ofensiva; não consegue rematar de fora da área; e não confirmou a aptidão cabeceadora que revelara na época passada.
Não esqueço que, na loucura colectiva que era o projecto futebolístico de José Peseiro, Custódio foi útil. Perdia umas, ganhava outras, mas mais ninguém defendia. E as limitações pareciam menos graves. Este ano, porém, num modelo de jogo que exige menos perdas de bola e transições muito mais rápidas, Custódio parece perdido. Refém de uma caixa de velocidades a que falta uma mudança. Prisioneiro de uma intuição que o impele sistematicamente para trás, quando recupera a bola.
Encontrar um substituto para Custódio: eis a prioridade para 2006/2007.

20 Comments:

At segunda-feira, 17 abril, 2006, Blogger Sancho Urracodisse...

Já tiveste um este ano: Rochemback - mas foi desbaratado para o "Boro", onde está a fazer a sua segunda meia-final da Taça UEFA em anos consecutivos. Mas vais ver que vai ser o Custódio a marcar um golo que assegura a entrada directa na "Champions" :)

 
At segunda-feira, 17 abril, 2006, Anonymous kovacevicdisse...

há um na academia com óptimas referências - Zezinando.

Quanto ao Custódio, ainda pode crescer. E tem uma atenuante - joga sozinho a defender (ao contrário de Petit e Manuel Fernandes/Beto no Benfica ou Paulo Assunção Raúl Meireles no FC Porto

 
At segunda-feira, 17 abril, 2006, Anonymous Agoiro Jr.disse...

A solução é, inevitavelmente, Rodrigo Tello! a garra, a tenacidade, o espirito de luta, a precisão do passe, a polivalência, o "sentir da camisola" e, até, quem sabe, o poderío físico! uma espécie de "jogador de sapa" com "pezinhos de veludo"...Eis a solução para 2006/07!

 
At segunda-feira, 17 abril, 2006, Blogger Ruidisse...

Sem dúvida nenhuma!

 
At segunda-feira, 17 abril, 2006, Blogger n_sardasdisse...

Penso que o Custodio estagnou em termos de evolução tecnica.
Acho igualmente que não é o jogador indicado para ter a braçadeira de capitão devido á falta de capacidade de transmitir garra á equipa

 
At segunda-feira, 17 abril, 2006, Blogger Joao SCPdisse...

Nunca foi jogador para o Sporting. Desde que o F. Santos começou a apostar nele que me irritava a sua forma de jogar. Como podem considerar importante um jogador que se limita a passar para o lado e para trás? Que não avança no terreno! Que não é minimamente ousado. Ao menos que fosse fisicamente forte, combativo, estilo Vidigal ou Oceano. Mas nem isso. Para mim é um verdadeiro case study que 3 treinadores tenham mantido Custódio como peça nuclear dos seus onzes. Vejam o Brum da Académica a jogar, e vejam a diferença de um trinco a sério e de "um custódio".

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger DRVdisse...

O Custódio?!... Já o vi melhor, mas o Sancho é que sabe, em contra-macumba, vai ser o Custódio a marcar um golo que assegura a entrada directa na "Champions"

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger Lars o Kirkdisse...

Caro Bulhão,
Cada vez mais me convenço que lá jeito para as palavras tens tu, mas de futebol não percebes peva.

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Anonymous JLAFdisse...

Para a posição onde actua, o Custódio é demasiado macio. Quem vê o jogo no estádio consegue perceber que Custódio se esconde demasiado do jogo, quando é a missão de um trinco procurar e recuperar a bola. Custódio passa semanas sem fazer o vulgar "carrinho", passa semanas sem fazer um passe prá frente e passa semanas sem fazer uma exibição aceitável.
Irrita o modo como alguns pseudo-entendidos procuram encontrar em Custódio o equilibrio da equipa. Mas que equilibrio?
Tem muito que ver com a lentidão de processos de Custódio o facto de o meio campo não se chegar aos avançados. O futebol directo de Central-Ponta de Lança que o Sporting pratica deve-se à falta de capacidade de construir jogo a Meio-Campo. Na Reboleira, o meio-campo praticamente não tocou na bola.
Falta-nos um trinco raçudo como Vidigal, um playmaker como Benachour (Se não querem apostar no C.Martins)e um complemento a Liédson como Saganowski.

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Anonymous Conandisse...

Despois das palavras do grande Agoiro Jr que mais á dizer ? Está encontrada a solução.

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger Leoninodisse...

Concordo com a análise ao Custódio, mas acho exagerado dizer que é a prioridade para a próxima época.

Custódio faz lembrar um jogador de râguebi. Só joga para trás e para o lado

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Anonymous Pibermandisse...

O Custódio é um pendulo naquele meio-campo...anda para os lados!Nem um carangueijo faz aquela função tão bem.
Se o futebol não der, a função publica era uma alternativa.

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger NMBdisse...

Em tempos tivémos um muito similar, Pedro Martins. Não falhava um único passe: a direito, para trás ou para o lado e até 4 metros de distância...

Não sei se é a prioridade, mas o Luis Loureiro não convenceu e, francamente, não temos ainda melhor.

Francamente, falta um ponta de lança que substitua as desinspirações do Liedson... e alguém que marque golos de cabeça: os livres e cantos começam a ser um exercício de masoquismo...

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger Lars o Kirkdisse...

Mas... está tudo louco??

Prioritário é arranjar um substituto para o Sá Pinto, que se reforma e, como alguém com muito jeitinho para as palavras já disse aqui, "sabe mas já não pode".

Prioritário é arranjar um centrocampista mais regular e menos esquizofrénico que o Carlos Martins.

Prioritário é arranjar uma alternativa que previna um minorca de 19 anos de fazer 40 jogos por época.

Prioritário é desemprestar o Romagnoli. É submeter o Nani a um bom regime de esteroides anabolizantes. É regressar ao passado e vender o Douala pelos tais 6 milhoes (ou até por metade), e... já agora, segurar o Rochemback.

Prioridades há muitas, sempre houve. Mas sinceramente não me parece que o Custódio seja uma delas. Que o digam o Peseiro e o Santinho quando o tiveram lesionado...

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Acho os comentários um bocado exagerados...O Custódio não é crack, mas tb não é assim tão mau. Aliás, quando ele não joga as coisas normalmente não correm muito bem. Eu continuo a achar que o que faz mesmo falta é um n.10! Poderia ser o Romagnoli, mas não me parece. Se o meio-campo não constrói, a culpa não é do Custódio. Então, o que fazem Moutinho, C. Martins, Nani, J. Alves, etc.? O Sporting tem sofrido poucos golos, o problema é que se tem marcado puco. Faz falta é um criador e organisador de jogo ofensivo, o Liedson mal tem tocado na bola...

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Então agora a culpa do meio-campo não construir jogo é do Custódio? então o que estão lá a fazer o Moutinho, o Martins, O Nani, etc.? O Sporting sofre poucos golos e defende bem, o Custódio faz o bem o seu papel. Continuo a dizer que quem faz falta para 2006/07 é um N.10! Faz falta quem crie e organise jogo ofensivo. O Liédson mal toca na bola! Tinha esperanças no Romagnoli, mas pelos vistos...que saudades do Balakov...

 
At terça-feira, 18 abril, 2006, Blogger Joao SCPdisse...

Como não temos dinheiro, ia só buscar 3 jogadores: Benachour (Sá Pinto) Saganowski (Deivid) e Brum (Custódio). De resto mantem-se a equipa que temos e vai-se integrando Carriço, Paim, Zezinando, Caiado, Tomane e mais um junior ou outro. Não gastavamos muito dinheiro, tinhamos uma equipa bastante competitiva, jovem, identificada com o SPORTING e barata. Mas istou sou só eu a "pensar alto".

 
At quarta-feira, 19 abril, 2006, Anonymous Anónimodisse...

É evidente que não é só pelo Custódio que não se constroi jogo a meio-campo. Mas basta teres um centrocampista imóvel para ser mais fácil impedir os outros médios de receber a bola e criar desequilibrios. Com o Roca (apesar de pesado) tinhas um meio campo em constante movimentação e troca de posições o que permite circulação de bola. Com Custódio não consegues isso, falta sempre um!
Hás-de reparar já este Domingo.
E dou um testículo se isto não acontecer!:)

 
At quinta-feira, 20 abril, 2006, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Anónimo: o Roca jogava COM o Custódio e não em vez dele. Eram AMBOS titulares e o Roca jogava mais adiantado. Isto foi só no ano passado e já te esqueceste??

 
At sexta-feira, 21 abril, 2006, Anonymous Anónimodisse...

para quem fala basta ver o que o custodio faz no jogo, figam o proximo jogo atentos a exibiçao de custodio e verao que é urgente arranjar um paulo assunçao para o Sporting, ou um petit, etc

 

Enviar um comentário

<< Home