Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

segunda-feira, novembro 07, 2005

Roubos de Igreja

A arbitragem ganha campeonatos? Há uma versão politicamente correcta e incrivelmente irritante, expressa na seguinte argumentação: não, a arbitragem não ganha títulos. No final da época, somados os erros a favor e contra, o balanço é equilibrado, até porque os árbitros são humanos e erram sem premeditação. A esses, os partidários da neutralidade e do fair-play, só tenho um pedido: voltem para a quermesse de onde saíram e entretenham-se com as rifas. Se querem ser bonzinhos e melhorar o mundo, preencham o cartão de dador de órgãos e ofereçam o baço à ciência. Ou o menisco ao Mantorras.
O futebol quer-se irracional. Há lá coisa mais pura e instintiva do que o coro melodioso de uma bancada trauteando a palavra “Gatuno” para a animália que, lá em baixo, nos espolia às cegas? Há lá coisa mais calorosa do que a expressão “boi preto” rompendo a noite fria como um clarão de esclarecimento? Há lá coisa mais bela do que o embalo doce do carro do árbitro, empurrado, ora para lá, ora para cá, pela turba sanguinária e ansiosa por retaliação? O som afável dos vidros estilhaçados? O odor intenso e reconfortante dos “cocktails molotov” atirados, como oferenda, para a via pública?
Não restam dúvidas no meu espírito que o árbitro designado para cada jogo do meu clube é o maior gatuno desde que o corretor Pedro Caldeira burlou metade de Lisboa. Aos cinco minutos, invariavelmente, queixo-me: “Isto vem encomendado!” Ao quarto de hora, já vi dois penalties indecentes e meia dúzia de agressões que passaram em claro. E eu sou o mais moderado do meu sector. No jogo com o Leiria, fui o único que disse que a bola salva pelo Ricardo estaria na pequena área – os outros garantiam que ele a desviara na marca de grande-penalidade!
Ao intervalo, metade da equipa «deles» já devia estar na rua. Aos 60/70 minutos, costumo ser desfibrilhado pela equipa de socorristas – uma palavra de apreço para eles. No final, explico todos os resultados com a arbitragem, o longo e obscuro tentáculo do polvo: se ganhámos, ganhámos contra tudo e contra todos; se empatámos, fomos indecentemente prejudicados por um árbitro habilidoso; se perdemos por um, «isto» só lá vai quando um destes carteiristas for espancado pela multidão justiceira. Se perdemos por mais do que dois, sou normalmente preso por atentado ao pudor.
Irracionais como eu há muitos, milhares mesmo, em todos os clubes e em todos os estádios. Só que há uns, felizardos, que são pagos para fazer a primeira página de “A Bola” nos dias a seguir aos jogos do Benfica!

14 Comments:

At terça-feira, 08 novembro, 2005, Blogger El Ranysdisse...

Ler a "Bola" é, de facto, a única concessão que continuo a fazer ao benfiquismo doentio e megalómano.
Outra nota interessante:
Quando regressei a casa na sexta-feira, após o jogo de Alvalade, liguei a TV para a SIC Notícias, na expectativa de ver o resumo do jogo. Queria tirar umas dúvidas. Por exemplo, aquilo que eu vi ao vivo: que o homem do Leiria que cruzou a bola que acabou, depois, por entrar na baliza do Sporting, estava claramente em fora de jogo. Isto é, se o "árbitro-auxiliar" fosse, de facto, competente, a bola nem devia ter chegado à área do Sporting, quanto mais entrar na baliza.
Mas, para surpresa minha, a SIC Notícias, no longo tempo dedicado ao desporto, falou do Benfica, do Porto, do Braga, da Selecção, de Mourinho, do Diabo a quatro e, do Sporting, nem o resultado referiu. Nada, zero, nicles. E o jogo já tinha acabado há cerca de duas horas. Jornalismo imparcial...

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Jay Jay Okochadisse...

Vocês são mesmo uns merdas. Um erro do tamanho do mosteiro dos Jerónimos permitiu que ganhassem um joguinho, mas nem assim são capazes de admitir que foram beneficiados. Campeões somos nós. SLB4ever

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Blogger Bulhão Patodisse...

Páginas 6 e 7 de "A Bola" de hoje, dia 08/11/05. Título da notícia: Simão – Botas Novas para Atacar o Campeonato.
Página 9 de "A Bola" de hoje, dia 08/11/05. Anúncio da Adidas, relativo às botas Predator, por coincidência o novo modelo que Simão vai utilizar.
Ele há cada coincidência.

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Anónimodisse...

Qual é o espanto? Tem de haver retribuição para quem sustenta o jornal, ou era só andar bem montado e de espinha direita?

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Juvenenodisse...

O pasquim A Bola é uma verdadeira vergonha no que toca a falar dos lampiões.
Então as crónicas das pré-temporadas são uns verdadeiros orgasmos quanto à valia dos jogadores lampiões. São todos uns fora-de-série,o Mantorras está como novo, o Nuno Gomes vai bater o recorde de golos do Pauleta, o Moreira está ao nível do Yashine,o Ricardo Rocha é melhor que o Humberto Coelho, O Petit é um tecnicista por excelência, o Simão era o melhor jogador do Barça e foi um injustiçado... enfim é o folclore a que já estamos habituados.

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Simelão da iaquintadisse...

Estou farto de vos dizer que a lagartagem é uma minoria. Não vendem nada, nem jornais. Não vale a pena escreverem sobre os lagartos pq são muito eruditos e só costumam ler os livro da Margarida Rebelo Pinto e não perdem um episódio do Esquadrão G.

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Brilhante post! estás cada vez mais refinado, Bulhão. Enquanto o lia, quase me senti teletransportado para a cadeira do sector B fila 20...E digo mais: eu não vi bola nenhuma dentro da balisa do Ricardo no referido lance!! mas, no caminho entre o carro e o estádio, tive um nítido pressentimento que o Maciel estava metros fora-de-jogo...o que me foi confirmado pelo sempre imparcial Sancho!

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Já agora, os lamps e o Cu Man devem ter achado que as 2 faltas que deram origem aos golos do Feioso foram tão claras como os copos de três que o LFV bebeu durante o jogo (enquanto palitava os dentes)...
E porque não falam da agressã bárbara ao Moutinho?? é que essa o árbitro VIU, pq até marcou a falta. Mas parece que para expulsar os adversários do SCP é preciso provocar uma fractura exposta com gangrena...

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Blogger Lars o Kirkdisse...

Caro Agoiro Jr.,

Uma fractura exposta nunca faz gangrena...

 
At terça-feira, 08 novembro, 2005, Anonymous Agoiro Jr.disse...

Nos jogadores do Sporting faz!

 
At quarta-feira, 09 novembro, 2005, Anonymous Conandisse...

Sei de fonte "segura" que o beto provocou uma fractura exposta com gangrena ao custódio...

 
At quarta-feira, 09 novembro, 2005, Anonymous Faj Mumbicodisse...

Caro sr. ameijoa,

o senhor é mesmo um rais-te-parta de um tendencioso. Irrrrrrrrra!

Amor clubístico todos temos, uns mais do que outros, uns mais irracionais do que outros, como o senhor berbigão reconhece. Mas, caramba, um pouco menos de crispação face ao rival da segunda circular não lhe ficava nada mal.
É que o senhor navalheira até escreve bem. Tem uma prosa escorreita, domina as artes do bem escrever português e fá-lo (ler a palavra separadamente, seu porco) sem erros de ortografia, aparte uma gralha ou outra - aliás, desconfio que o senhor perceve deve ser jornalista, eventualmente de algum desses pasquins dedicados ao desporto, que sujam páginas de papel não reciclado. Mas, como dizia, o senhor canivete até escreve bem, mas é muito pouco original no destino da sua língua bífida.
Imagine que por um qualquer acaso, um raio de luz disparado directamente dos céus atingia o estádio da luz (sim, já sei, o senhor lambujinha ficava contente e levantava os braços a Deus, vá, seja original, tire esse sorriso de molusco da face e continue a ler). Se isso acontecesse (reduzindo a cinzas o estádio e a razão de viver de milhões de barbudos por esse mundo (universo??) fora), contra quem iria o senhor dirigir os seus impropérios? De quem passaria a escrever mal? Face a que agremiação desportiva canalizaria o seu rancor? Na verdade, o senhor [molusco-novo-que-agora-não-me-ocorre] deixava de ter razão de viver…. Por isso, admita, o senhor até gosta do Benfica.

Certo, senhor ameijoa?

 
At quarta-feira, 09 novembro, 2005, Blogger Bulhão Patodisse...

Admitir, até admito… que perdi o minuto mais estúpido da minha vida a ler este comentário.

 
At quinta-feira, 10 novembro, 2005, Anonymous Apredisse...

No ano passado foi evidente, tive para copiar os roubos todos um a um que deram 20 pontos aos gloriosos. Mas seria fastidioso.

Em relação ao lance precedido de fora de jogo, só resta dizer que apenas um grande gr como o ricardo defenderia um golo certo.

 

Enviar um comentário

<< Home