Mãos ao ar

Blogue de discussão desportiva. Qualquer semelhança entre este blogue e uma fonte de informação credível é pura coincidência e não foi minimamente prevista pelos seus autores. Desde já nos penitenciamos se, acidentalmente, relatarmos uma informação com um fundo de verdade. Não era, nem é, nossa intenção.

domingo, outubro 02, 2005

Ode a Paíto

Paíto é um erro da natureza, um equivalente humano a um cão com três patas ou a uma planta com dois caules. É triste admiti-lo, mas Paíto é o mais sério candidato a pior defesa esquerdo da história do Sporting.
De memória, sem grande esforço de documentação, evoco as figuras tristemente celébres de Leal, Vinicius ou Balajic. Mas Paíto é pior. É consistentemente pior.
Na bancada, todos temos os nossos ódios de estimação, aqueles jogadores abomináveis que, entrados em campo, desfiguram a melhor das equipas e desequilibram a mais precisa das balanças. Paíto é o meu ódio de estimação, tal como Lima já o fora há quinze anos. Ou Lemajic há dez. Ou Gil Baiano há oito. E por aí fora.
Não lhe reconheço nenhuma virtude.
Comete erros de infantil – hoje como há três anos. Enerva-se com os assobios da bancada a ponto de a bola lhe queimar as chuteiras. É estruturalmente desconjuntado: ora corre mais rápido do que a bola, ora é lento de mais e a bola escapa-se-lhe. Centra como um invisual e remata com a precisão de um carabina sem mira.
Tudo isto seria de somenos se Paíto não jogasse. Mas, por desígnios da fortuna, essa deusa que teima em brincar com o Sporting, Paíto encontra sempre forma de jogar. O plantel está totalmente minado por lesões, mas Paíto não se magoa. Os concorrentes directos para a posição são suspensos por motivos disciplinares, mas Paíto não é castigado. Ele JOGA sempre.
No início da época, peguei-me com o Sancho por causa da dispensa do Rui Jorge e da manutenção do Paíto. Dizia o meu colega de bancada, de blog e agoiro especializado, que o moçambicano tinha enorme margem de progressão. E que Rui Jorge estava a milhas do que tinha sido há anos. Escrevo, pois, este post propositadamente um dia depois do malfadado jogo com o Halmstad. Parece óbvio hoje que 20% do Rui Jorge seriam sempre superiores ao Paíto na plenitude das suas capacidades. E é óbvio também que as capacidades cognitivas do Sancho também já não são o que eram...
Mesmo assim, na bancada, ainda há quem gabe a velocidade estonteante de Paíto em incursões disparatadas pelo flanco esquerdo. A esses digo, como Fernando Redondo, que um jogador não tem de fazer 10 segundos aos 100 metros. É a bola que tem de ser rápida! Mas isso Paíto nunca vai perceber. Nem o Sancho.

13 Comments:

At domingo, 02 outubro, 2005, Blogger Deepdreamdisse...

Junta o paito e o polga no mesmo saco , é a cor que deferencia os dois .

 
At domingo, 02 outubro, 2005, Anonymous gomes de sádisse...

Vejo com admiração que o camarada começa finalmente a perceber alguma coisa de futebol, já lá vai o tempo em que a agricultura e a pecuária eram os únicos temas que dominava com alguma lucidez.
Mesmo assim acho que o camarada miope deve de novo fazer um controlo a sua acuidade visual, pois não basta avaliar as poucas capacidades mentais e físicas desse pequeno "génio". experimente observar o Polga, Miguel garcia, douala, wender, joão alves, custódio, nelson, ricardo,etc, etc.....
P.S. Peseiro a Presidente....
NINGUEM PÁRA O PESEIRO.
Melhor pressão alta da Europa aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!

 
At segunda-feira, 03 outubro, 2005, Blogger Ruidisse...

O pior de tudo é que o Sporting teve oportunidade de o testar a partir de Fevereiro de 2004, depois do empate com o porto em Alvalade, numa época perdida... e não o fez.

Agora tem lá um def. esq. de raíz bastante promissor (André Marques) e não lhe dá a possibilidade de jogar, preferindo Tello e Paíto.

Que mais é possivel dizer?

 
At segunda-feira, 03 outubro, 2005, Blogger Bulhão Patodisse...

Caro Deepdream, acho sinceramente que os casos do Polga e do Paíto são diferentes. Paíto até quer, mas não sabe. Polga até sabe, mas não quer.

Caro Gomes de Sá, as melhoras para essa disfunção eréctil que parece grave.

Caro Rui, já vi o André Marques jogar nos juniores. Parece-me muito melhor do que o Paíto. E mesmo o Valdir, emprestado ao Estrela, é superior.

 
At segunda-feira, 03 outubro, 2005, Anonymous Anónimodisse...

Paíto e so mais um chulo no meio dos filhas da puta que fazm a equipa do sporting

 
At segunda-feira, 03 outubro, 2005, Blogger Rotura de ligamentosdisse...

Não gosto do Paíto e, como já foi dito no post e comentários, talvez o planeamento do plantel pudesse ter sido feito de outra forma. Talvez dando possibilidade a esse tal André Marques, que pouco conheço. O Valdir sim, parece-me superior, de facto.

De qualquer forma, falando especificamente deste jogo com o Paços: com o actual plantel, Peseiro tinha Tello e Edson lesionados. Contando que do outro lado estava um jogador que tem feito um excelente início de época (Edson, o do Paços) não vejo razão nenhuma para ter colocado o Polga. Peseiro justificou que quis alinhar um onze que suportasse melhor o stress, mas acho que pior stress foi mesmo ver o Polga a aguentar o Edson. Por muito pouco que goste do Paíto, pois não acho que tenha qualidade para jogar numa equipa como o Sporting, penso que o moçambicano tinha de ser titular neste jogo.

 
At segunda-feira, 03 outubro, 2005, Blogger Sancho Urracodisse...

Ok, dou a mão à palmatória. Desesperei, efectivamente, com as diatribes do Paíto no jogo com os rapazinhos suecos. E concordo, mil vezes, que Valdir e André Marques são seguramente melhores que o "Roberto Carlos moçambicano" (impale-se já quem lhe deu tão mimosa alcunha). Paíto só ganha, mesmo, para Polga como lateral-esquerdo. Não me esqueço, contudo, que Paíto deu-me uma das maiores alegrias da minha vida num jogo da Taça de Portugal da época passada, disputado no estádio Coca-Cola. Foi a sua coroa de glória e nunca mais superará esse feito - deve, por isso, aposentar-se e contar a história aos netinhos.

 
At terça-feira, 04 outubro, 2005, Anonymous Agoiro Jr.disse...

O Paíto ainda vos dará muitas alegrias, como a do Cesto do Pão! Em digo mais: é o melhor lateral esquerdo moçambicano com menos de 23 anos e cujo nome começe por "P" e acab" em "O" a jogar em Portugal!!

 
At terça-feira, 04 outubro, 2005, Blogger Bulhão Patodisse...

Por esse prisma terá razão, Agoiro Júnior..

 
At quarta-feira, 05 outubro, 2005, Blogger Lars o Kirkdisse...

Gravem na vossa memoria as seguintes palavras:

Dentro de 3 anos o Paito será o melhor lateral Africano de todos os tempos, um dos melhores do mundo e, quem sabe, até mesmo da Europa...

 
At quarta-feira, 05 outubro, 2005, Blogger Bulhão Patodisse...

Gravar, eu até gravo. Mas permite-me que eu duvide, só por um segundo, de tamanha profecia. Mais facilmente verei o Eusébio sóbrio do que o Paíto como melhor lateral do mundo.

 
At quinta-feira, 06 outubro, 2005, Blogger Lars o Kirkdisse...

Caro Bulhão Pato,

Eu nunca me engano e raramente tenho dúvidas...

 
At segunda-feira, 10 outubro, 2005, Blogger Kezmandisse...

á alguns anos os lagartos diziam a mesma coisa do Nuno Valente!

 

Enviar um comentário

<< Home